Finders Keepers, Losers Weepers

“[…] appropriation, mimicry, quotation, allusion, and sublimated collaboration consist of a kind of sine qua non of the creative act, cutting across all forms and genres in the realm of cultural production.”

—  Jonathan Lethem

PALAVRAS-CHAVE

Open Source, Public Domain, Do It Yourself, Reprodução, Pós-Produção, Auto-Publicação, Compartilhamento, Copyright.  

SUMÁRIO

A apropriação, procedimento pivotal de movimentos artísticos do século XX, adquire novos contornos na contemporaneidade, marcada pela total saturação do espaço cultural pela imagem, seja pela ação do marketing, dos meios de comunicação ou do ciberespaço [1]. Neste contexto, artistas e designers têm a sua disposição um enorme acervo de conteúdos – protegidos ou não por direitos autorais – que podem ser acessados e processados através de plataformas online. O trabalho aqui apresentado busca explorar algumas das maneiras como este repertório pode ser utilizado na produção de objetos culturais.  

[1] KRAUSS, Rosalind. (1999). Voyage on the North Sea: Art in the age of the post/medium condition. 1ª edição, Thames and Hudson. Nova Iorque.

DIREÇÃO DA INVESTIGAÇÃO

O território de investigação abarca a apropriação e ressignificação de objetos culturais disponíveis on-line – imagens, sons, textos, etc – na produção contemporânea em arte e design.

Objetivo Principal:

Investigar os procedimentos envolvidos na tarefa de selecionar tais objetos e inseri-los em novos contextos. A partir das informações coletadas, criar-se-á um conjunto de publicações impressas que, além de apresentar os resultados, colocará em prática os procedimentos investigados.

Objetivos Secundários:

  1. a) Analisar a produção de artistas e designers contemporâneos cujas obras explorem os limites legais da apropriação;
  2. b) Criar um repositório de informações que facilitem a compreensão das regras implicadas na utilização ou referenciação de conteúdo produzido por terceiros.

RESULTADOS

A pesquisa dará origem a um pequeno conjunto de publicações impressas, que tratarão de aspectos intimamente conectados à produção contemporânea que encontra na apropriação seu ponto de partida. Entre os temas abordados estarão, métodos de apropriação, repositórios de conteúdo de domínio público, e estratégias para a utilização de material protegido por copyright.

Poster 

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s